Ícone (1)
Turismo Gastronômico: comidas mineiras e onde surgiram

O Turismo gastronômico motiva milhares de pessoas a se deslocarem todos os anos. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o mesmo é o terceiro principal incentivador de viagens. Este segmento proporciona experiências de consumo e apreciação de comidas e bebidas típicas de um local, assim, apresenta o valor, a história e a cultura dos destinos.
A culinária mineira se consolidou a 300 anos atrás, no período do Ciclo do Ouro e até hoje mantém a sua tradição. Os homens que exploravam as terras em busca de riquezas enfrentavam longas viagens e precisavam de alimentos que traziam sustança e que não fossem perecíveis. Na época, pelo fato da escassez de alimentos e pela agricultura ser primitiva, a comida dos mineiros tinha muitos ingredientes que eram considerados simples e que eram facilmente encontrados nos quintais das casas.
Contudo, a cozinha mineira é bastante criativa e rica em sabor e cultura, já que é uma mistura de hábitos alimentares dos índios com traços da culinária africana e portuguesa.
Sabemos que um bom mineiro recebe suas visitas na cozinha com um cafezinho e pão de queijo para acompanhar. No entanto, você sabe quais são os outros pratos típicos das nossas Minas Gerais?
Por aqui você pode encontrar nosso famoso Feijão Tropeiro, Frango com Quiabo, Tutu à Mineira, Vaca Atolada, Leitão a Pururuca e ainda os doces que fazem sucesso, como o  Doce de Leite e o Romeu e Julieta (queijo com goiabada).
E aí? Quais destes pratos te deram mais água na boca? Conte para nós!
Para conhecer mais da história e dos pratos típicos de Minas, clique aqui.

Escrito por: Franciele Lima

Gastronomia Mineira